sábado, outubro 14, 2006




© Bruno Côrte
Sara

5 comentários:

intruso disse...

são incriveis!
gosto muito!!!

corações vegetais......

:)
fica bem

Lis disse...

Muito bonitos, Bruno. MESMO.

a.mar disse...

"sara" é o nome científico da flor que cresce neste teu coração?

a.mar disse...

Sara, você é o poeta em meu coração
Nunca mude, nunca pare
E agora foi-se
Não importa para quê
Quando você construir sua casa
Eu virei

Afogar-se no mar do amor
Onde todos amariam se afogar
E agora foi-se
Não importa mais
Quando você construir sua casa
Chame-me

Tudo que eu quis sempre
Era saber que você estava sonhando
(Há um bater do coração
E morreu nunca realmente)

Pedro_B disse...

Gostei mm muito dos teus corações!